Archive for the ‘do teatro’ Category

h1

henrique viana (1936-2007)

Julho 5, 2007

henriqueviana.jpg

«Era um actor como já não há».

A frase, que abre o texto de Inês Nadais no Público, sintetiza aquilo que foi, que é, este grande senhor que ontem fechou os olhos para sempre.

«Não tenho medo da morte. Tenho é pena de morrer», disse um dia Henrique Viana. Eu também tenho pena, muita pena.

Anúncios
h1

texto em 3 minutos

Maio 31, 2007

lisboa é assim.
foi assim, ontem: sair da redacção um tudo nada antes das 19h. como que por milagre. sol. correr. descer a avenida das pessoas e entrar na dos livros. ver, ver muitos. cheirar. e comprar. dois pequeninos. dois baratinhos. que o dinheiro não estica e ainda há mais dias de feira. continuar com Baptista-Bastos. O Secreto Adeus a 1,5 euros. subir estrada. ver bd’s por toda a parte. parar aqui e ali. o vocalista dos Moonspell que vai apresentar o livro. também escreve. todos escrevemos. comprar. filosofia na relva. Espinosa e o Tratado da Reforma do Entendimento. mais euro e meio. brutal. seguir. contar calçada. saco de palavras na mão. baratas. boas. olhar para cima. partir. nem meia feira vista. nem meia à vista. o relógio não descansa. não cansa. casa. entrar sair. cinema. shortbus. ou shortbus. sexo e sexo dá sexo. seja como for. seja com quem for. voltar. comer porque sim. net. cama. não cama. cama. net. prision brake. três da manhã sem dormir. al berto. cama.
apagar a luz.
hoje vou andar por aqui. e perder isto. escolhas. sou um só. problema. qualquer dia trato disso. desdobro. multiplico. mas não acabo. principio.
lisboa é assim.
sabias?

h1

plantou-se um blogue do Rascunho no teatro

Maio 17, 2007

há um menino a fazer aqui um trabalho árduo e muito valoroso. de qualidade, se é que me explico. espero juntar-me a ele. mas a criança-blogue, essa, tem o apelido mendes. e merece atenção.