h1

o dia a refulgir nos espelhos

Setembro 19, 2007

«ao acordar terei de refazer a noite e o mundo. de olhos abertos, plantarei árvores de água, estenderei os dedos até tocarem a pele das tempestades e a desolação das ruas, darei nome às pedras e às catástrofes, definirei zonas de habitação e esconderijos para o amor, inventarei sistemas de permuta e troca, soltarei o vento e os mares, ouvirei o que as estrelas murmuram entre elas. depois, cansado de ordem e de arrumação, distribuirei desordem, vida, doenças, pestes, e o meu próprio esquecimento».

Al Berto

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: