h1

ver e não ver

Janeiro 23, 2007

«Podemos dizer que o amor pelas imagens nos inicia no paradoxal labirinto do invisível, quer dizer, naquilo que nunca será imagem. É bom saber que a ânsia de ver pressente as suas fronteiras.»

João Lopes, Entre as Imagens, 6ª (Diário de Notícias), 19/01/2007

Gosto deste senhor. E do seu blogue.

Anúncios

One comment

  1. oi helder, uso aqui o coment pra responder a tua pergunta..infelizmente nao tenho nada que resuma os textos de II, tenho so alguns apontamentos sobre o que li.Nada que substitua a leitura (sorry!) mas se quiseres passo-te o que tenho, na boa;)



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: