h1

o professor

Janeiro 4, 2007

Amanhã (sexta-feira, 5 de Janeiro) é dia de Joaquim Fidalgo, professor de Jornalismo na Universidade do Minho e nome maior do Jornalismo português, apresentar e defender publicamente a sua tese de doutoramento. Com o título «O lugar da ética e da auto-regulação na identidade profissional dos jornalistas», a tese tem defesa marcada para as 14h30, no Salão Nobre da Reitoria (Largo do Paço, Braga).

«Joaquim Fidalgo (jornalista desde 1976 com um percurso que o levou do Maré Viva, em Espinho, ao Jornal de Notícias, ao Expresso e ao Público – do qual foi fundador e, mais tarde, Provedor do Leitor)», pode ler-se neste post de Luís Santos, que acrescente mais informações acerca do âmbito da tese.

Eu, o Hugo e o Sílvio (e provavelmente mais uns quantos) não faltaremos. Porque o Fidalgo foi o melhor professor de Jornalismo que tivemos (e não me parece abuso da minha parte a utilização do plural).

Anúncios

6 comentários

  1. (não é.) Lá estaremos.


  2. […] anúncio já foi feito pelo Hélder e pelo Luís Santos. Lá estarei, tal como eles dois, estou […]


  3. Um grande homem merece um belo apoio.
    Façam de conta que estou la com vocÊs.
    Abraço


  4. Não posso ir, com muita pena minha. Ainda não estou em forma, mas conto, claro, com o humilde parecer dos senhores jornalistas sobre o que virem o ouvirem.
    Fico à espera.
    :)*


  5. e eu? e eu, rapazes? também vou!
    …não tivesse eu a sorte de ter como orientador este senhor que me ensinou tanta coisa.


  6. eu penso que nem tudo que se diz aqui, ou na tv , tem coerencia com a vedade de cada um, por exemplo o cesar mais muito espertm,ente atacou o s ergio cabral, hospedando seu blog nos estados unidos, ja eu faria publicamnet os ataques cara a cara e na imprensa flada e escrita , nem tudo que se diz aqui nesse brasil, que um dia será um pais , pois por ora não é , é verdade e ou é vedado de alguma forma incomum, vejam o exemplo da rede globo de televisao que já deveria ter sio casada pelo governo ha anos e anos, e nada fizeram e anda fizeram por que se venderam tanto o judiciario, quanto a presidencia da republica .



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: